panturrilhas

Quando chega a hora de exercitar as pernas, muitos colocarão “peros” para deixar de lado essa rotina que é uma das mais fortes, e para alguns: mal-humorada. E de passagem, nas pernas estão os gêmeos, os músculos mais difíceis de desenvolver e desejados por todas as pessoas fitness.

As pernas não crescem no mesmo ritmo que os braços ou peitorais e outros músculos. Para ter umas pernas de jogador de futebol bem definidas, é necessário pelo menos dois treinos semanais dedicado só para as pernas.

Especificamente, os gêmeos, esse músculo que temos na parte de trás da perna (panturrilha) é um dos mais lentos em crescer e muitos acusam a genética, afirmando que algumas pessoas podem desenvolver os gêmeos e outras não; isto é falso

Técnicas para gêmeos

Esses músculos não podem ser exercidos sempre com a mesma rotina, pois é mais adequado e deixa de reagir a mudanças e, por isso, constantemente se deve mudar de exercícios, posições e aumentar a força e o peso.

Outra razão por que vemos homens superdotados com umas pernas finitas é porque o comum é deixar a rotina de gêmeos para o final, quando o corpo já está cansado e se dedica pouco tempo e desempenho para as panturrilhas.

Então, quando seu calendário pauté fazer pernas, começa com as panturrilhas, dedique mais tempo do que o normal e, pouco a pouco, mas com paciência, você vai notar as mudanças.

Mistura o número de séries e repetições que você faz e realiza movimentos explosivos que obriguem ao músculo para reagir.

A razão por que os gêmeos demoram para crescer é devido à carga diária que suportam as nossas pernas, elas nos transportam e estão habituadas a trabalhar o dia todo, por isso, um treinamento básico não funciona nem as altera.

 

¤